Importante fazer nada

Tenho tido muitos telefonemas, cafés, almoços… sou uma sortuda. Não me canso de dizer. Uma das perguntas comuns nestes meus encontros é: e o que fazes tu durante o dia? De facto não posso nem consigo estar em festa e férias, é um facto mas o grande objectivo de não fazer nada é repôr energias e recuperar as maleitas do surto. E demora tanto…

Olho para trás e é incrível a recuperação mas a verdade é que passaram 6 meses. 6 meses!

E ao longo desses 6 meses fiz e faço muita coisa. Pratico Yoga quase diariamente para a minha recuperação física e mental, meditação, psicoterapia, faço os exames típicos da doença e faço NADA.

Nunca imaginei estar aqui, a fazer nada. Assim como nunca imaginei que isso fosse tão bom.

Eu sempre andei a mil e sempre achei que fazer nada era estar em falta. Até que a minha cabeça me mostrou o contrário. É o mesmo que acharmos que dormir não serve para nada. Serve. Não só serve como é muito necessário. E o fazer nada também. Agora compreendo os benefícios.

Compreendo tanto que recomendo. Aliás, atrevo-me a dizer que não fazer nada um bocadinho todos os dias, dá saúde e faz crescer. Isto toca um pouco naquela questão de vivermos a mil e sempre a correr.

Em 2016 fui diagnosticada com EM e em simultâneo tive conhecimento de n pessoas – próximas, amigas de amigas, conhecidas – que também foram. A EM parecia estar em todo o lado.

Um novo estudo sugere que os ataques agudos da esclerose múltipla podem estar associados a eventos de stress na vida. (…)” [http://www.news-medical.net]

As evidências atuais reforçam cada vez mais o papel do estresse psicológico e a forma como lidamos com ele sobre a saúde humana, com grande participação do sistema imunológico como mediador destas respostas. Neste horizonte do conhecimento estão as doenças autoimunes e a esclerose múltipla.” [Thiago Junqueira, Neurologista]

Não tenho estudado muito este assunto mas sou sensível à questão da gestão de stress e por isso vou procurando informação. E vou encontrando cada vez mais sobre o mal do stress na nossa saúde. Não é possível ficar indiferente.

Afinal o que andamos nós a fazer à nossa vida e à nossa saúde?

O que me faz voltar ao início. Não será altura de reaprendermos a fazer nada? Será preciso ficamos todos doentes para se tomar uma atitude sobre a forma como vivemos? Infelizmente para mim foi preciso, mas gostava muito que o mesmo não acontecesse a outros.

É que basta fazer nada um bocadinho todos os dias.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s